História de Granito

por Interlegis — última modificação 06/03/2017 09h12

Granito

Granito - Pernambuco

O município foi criado pela lei provincial de nº 608, de 03 de abril de 1864. Em 1924, a sede do município foi transferida para a vila de Bodocó pelo Decreto-lei estadual de 1938, Granito passou então a constituir distrito de Bodocó. Administrativamente, o município é composto pelo distrito sede e pelos povoados de Rancharia e Lagoa Nova. Anualmente, no dia 20 de dezembro Granito comemora a sua emancipação política. A padroeira da cidade é Nossa Senhora do Bom Conselho.

 Um pouco da Historia de Granito ...

Granito é um município brasileiro do estado de Pernambuco. O município é composto pelo distrito sede e pelos povoados de Rancharia e Lagoa Nova.

HISTÓRIA

A cidade de Granito originou-se da Fazenda Poço, quando, em 1859, foi construída a capela de Nossa Senhora do Bom Conselho, pelo padre José Modesto Pereira de Brito. A capela estimulou a povoação do lugar.A lei nº 548 de 9 de abril de 1855 elevou o povoado à condição de vila. A comarca foi criada em 1º de março de 1890, pelo juiz Alfredo Afonso Pereira. Constituiu-se município autônomo em 5 de junho de 1893. Elevada à condição de cidade em 1909. Tornou-se distrito de Bodocó em 1942 e foi restabelecida como cidade em 1963.
A denominação do povoado e cidade decorre da ocorrência de afloramentos de granito na região.

GEOGRAFIA

Localiza-se a uma latitude 07º42`58" sul e a uma longitude 39º36`53" oeste, estando a uma altitude de 447 metros. Sua população estimada em 2004 era de 6.194 habitantes.
Possui uma área de 521,86 km².

RELEVO

O município de Granito encontra-se inserido na unidade geo ambiental dos Maciços e Serras Baixas. Ao sul, parte do território está inserido na unidade geo ambiental Depressão Sertaneja.

VEGETAÇÃO

A vegetação é predominantemente de Floresta Caducifólia e Caatinga Hipoxerófila.

HIDROGRAFIA

O município de Granito situa-se nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio Brígida. Seus principais tributários são os riachos do Alecrim, São Joaquim, da Ingazeira, do Mororó, do Negro, da Brígida, do Poço Verde, do Logradouro, da Varginha do Capim, da Selada, do Mocambo e da Colina, todos de regime intermitente.O município conta ainda com as lagoas: Pajeú, do Umari, de Dentro, do Tigre, Nova, da Cruz, das Barracas, da Pedra e das Braúnas.